Papa visitará paróquia romana, onde Paulo VI celebrou a primeira Missa em italiano

Papa visitará paróquia romana, onde Paulo VI celebrou a primeira Missa em italiano

Cidade do Vaticano (RV) – O Santo Padre irá fazer uma visita, no próximo sábado à tarde (7), à paróquia romana de Ognissanti (Todos os Santos), para presidir a uma Santa Missa, onde, há 50 anos, o então papa Paulo VI havia celebrado a primeira Missa em italiano, dando início, assim, à aplicação da reforma litúrgica.

É o que comunica a sala de imprensa e de comunicações do Vicariato de Roma, juntamente com a sala de imprensa da Obra Don Orione, acrescentando que o Papa Francisco vai utilizar, durante a celebração, o mesmo cálice de óstias, a mesma estante para o missal, os mesmos candelabros, que o beato papa Paulo VI usou em 1965; serão lidas até as mesmas intenções da Oração dos Fiéis daquele tempo. A Santa Missa terá início às 18 hs, hora local.

O Papa Francisco será recebido pelo Cardeal Agostino Vallini, Vigário do Papa para a Diocese de Roma, o Cardeal Walter Kasper, titular da igreja de Todos os Santos, o Padre Flávio Peloso, Superior Geral da Congregação dos Orionitas e o pároco orionita, Padre Francesco Mazzitelli.

A visita do Santo Padre coinciderá com a celebração dos 75 anos da morte de São Luís Orione, ao qual a paróquia foi confiada, em 1908, por São Pio X. Na época, aquela comunidade paroquial romana passava por grandes necessidades materiais e espirituais.

Hoje, a paróquia de Todos os Santos surge em um território de 16 mil habitantes.

Embora a pobreza de hoje não seja a mesma daquele tempo, as obras de caridade do Orionitas continuam dando pão e teto a quem precisa, através de um centro de acolhida e assistência aos mais necessitados. Todas as sextas-feiras, os voluntários do Movimento orionita levam um prato de comida a mais de 200 sem-teto, que vivem em torno da estação ferroviária local. Desta forma, a Comunidade orionita coloca em prática o que seu fundador, Dom Orione, sempre dizia: “A caridade dá credibilidade  ao Evangelho”!

Ao término da Santa Missa, o Papa comprimentará os membros dos Conselhos Gerais dos Filhos da Divina Providência, das Irmãzinhas Missionárias da Caridade e da Província italiana; a Responsável geral do Instituto Secular Orionino; o Coordenador geral do Movimento Leigo orionino e os religiosos das comunidades da paróquia e da Cúria Geral.

Antes de se despedir dos fiéis da paróquia Todos os Santos e voltar para a Casa Santa Marta, no Vaticano, em torno das 19 hs, o Santo Padre terá apenas tempo para uma breve saudação e dar a sua Bênção a todos aqueles que participarem da celebração Eucarística, através de um telão no pátio interno do Instituto São Filipe. (MT)