Subsídios para o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação

31/08/2015 00:20

O Pontifício Conselho da Justiça e da Paz oferece em seu site alguns subsídios para o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação instituído pelo Papa Francisco e que será celebrado no dia 1º de setembro de cada ano. A seção especial do site dedicada à Encíclica Laudato Si oferece um esquema para a hora de Adoração Eucarística proposta pelo dicastério, com um vídeo de cinco minutos trazendo imagens, música e frases (até o momento, somente em inglês).

Leituras

No esquema – que é introduzido pela Coleta segundo a tradição ortodoxa – foram escolhidas algumas passagens das Escrituras, como Gênesis (1, 26 – 2, 3 e 2, 15), onde é narrada a criação e o desejo de Deus de colocar o homem “no Jardim do Éden, para que o cultive e o guarde”; o Salmo 148, que é um louvor ao Senhor pelas maravilhas da criação e por fim o Evangelho de Mateus 6, 25-33, onde Jesus diz que nossa vida vale mais que comida e o corpo mais que vestido: “Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?”.

Laudato Si

Seguem três trechos da Laudato Si: no primeiro (n.8-9) o Papa recorda que “o Patriarca Bartolomeu tem-se referido particularmente à necessidade de cada um se arrepender do próprio modo de maltratar o planeta, porque «todos, na medida em que causamos pequenos danos ecológicos», somos chamados a reconhecer «a nossa contribuição – pequena ou grande – para a desfiguração e destruição do ambiente». No segundo – n. 236 – o Pontífice sublinha como na Eucaristia “a criação encontra a sua maior elevação”. No terceiro (n. 241-242), o Papa refere-se a Maria e José, colocando em evidência, em particular, como a Virgem ” Assim como chorou com o coração trespassado a morte de Jesus, assim também agora Se compadece do sofrimento dos pobres crucificados e das criaturas deste mundo exterminadas pelo poder humano”.

Intenções de intercessão

Nas intenções de intercessão, se reza para que os cristãos busquem em primeiro lugar o Reino de Deus, cresçam no espírito, produzam frutos abundantes, trabalhem pelo bem da Igreja e não falte nunca às novas gerações a partilha dos bens da criação.

Os esquema conclui com a recitação do Pai Nosso, a bênção e um trecho da carta enviada pelo Papa, em 6 de agosto, aos Cardeais Appiah Turkson e Kurt Koch para a convocação do Dia.

Por Rádio Vaticano