João Paulo I: termina fase diocesana da causa de beatificação

31/08/2015 00:20

Terminou na última quarta-feira, 26, a fase diocesana da causa de beatificação do Papa João Paulo I (1912-1978). O encerramento dos trabalhos aconteceu no aniversário da eleição pontifícia de Albino Luciani.

Concluída esta fase do processo de beatificação, foi elaborada a ‘positio’, um compêndio dos relatos e estudos realizados pela comissão jurídica, por um relator nomeado pela Congregação para a Causa dos Santos, órgão da Santa Sé. A documentação inclui um testemunho do Papa emérito Bento XVI considerado “único”, adianta o jornal ‘Avvenire’, da Conferência Episcopal Italiana.

Nascido em 17 de outubro de 1912, Albino Luciani foi ordenado bispo por São João XXIII, em 1958; o Beato Paulo VI o nomeou patriarca de Veneza em 1969 e o criou cardeal em 1973.

Em 26 de agosto de 1978 chegou ao papado, assumindo o inédito nome de João Paulo. Um mês e dois dias depois, foi encontrado sem vida em seu quarto.

No trigésimo aniversário da morte de João Paulo I, Bento XVI recordou o seu grande ensinamento de humildade. “Foram suficientes 33 dias para que o Papa Luciani entrasse no coração do povo. Nos discursos usava exemplos tirados de acontecimentos de vida concreta, das suas recordações de família e da sabedoria popular”, indicou.

Segundo o agora Papa emérito, a simplicidade de João Paulo I era “veículo de um ensinamento sólido e rico”.

Por Canção Nova, com Agência Ecclesia