DOAÇÃO TOTAL!

07/07/2016 23:59 Ha uma lenda que, ainda hoje, revela o sentido profundo da doação missionária que, quando é doada completamente, se torna um canal de “vida em abundância” para todos. Num lugar deste mundo, havia um jardim no qual, entre as plantas, erguia-se um grandioso bambu. Ao menor soprar do vento, o bambu se movia e dançava, alegrando o coração do O bambu e o senhor se amavam muito. Um dia, o senhor do jardim se aproximou do bambu e, com uma ternura toda especial, disse- - Bambu, continuou o senhor, eu preciso cortar vocês. - Cortar-me? Por quê? Eu posso servir você, mas não me corte, por favor! - Se eu não cortar seu tronco, você não pode me servir, respondeu-lhe o senhor. Em todo o jardim se fez um silêncio sepulcral. O momento era trágico. Abaixando a cabeça, o bambu respondeu com um fio de voz: Pela segunda vez, o senhor do jardim se aproximou do bambu, e com firmeza continuou: - Bambu, amado bambu, eu preciso cortar seus galhos e suas folhas. - Não faça isso, acrescentou o bambu, sem eles eu perderia toda a minha beleza! - Bambu, continuou o senhor, se eu não fizer isso, você não pode ser útil. Mas uma vez o bambu, cabisbaixo, acenou que podia cortar tudo. Pela terceira vez, aproximando-se do coração e falando-lhe com muita ternura, o senhor -Eu preciso rachar no meio seu tronco e arrancar o miolo e o coração. O bambu disse: - Pode fazer o que quiser. Corte-me e use-me como quiser. Foi então que o senhor do jardim começou a cortar o babu. Tirou os ramos e as folhas. Rachou no meio o seu tronco e arrancou seu coração. Depois disso, com muito carinho, carregou o bambu em seus braços até um lugar onde havia uma fonte de água. Uma extremidade do bambu foi posta na fo=nte e em todo o seu corpo começou a correr uma água cristalina que se dispersava fora do jardim. Os campos estavam secos e áridos. Fazia muito tempo que não caia chuva e o arroz não conseguia brotar pela aridez do terreno. Foi então que, por meio do bambu, a água começou de novo a dar vida às plantar e à terra. Tudo refloresceu! O povo que andava triste por não tinha comida, recuperou a esperança e a Eis ai, amigos e amigas, o bambu continua sendo uma excelente parábola de vida dos missionários que, como a de Jesus, deve ser “partida” e “quebrada para que seja significativa e o projeto de Deus se realize.