AFINAL, QUEM É JESUS?

23/01/2015 00:40

    

Boa pergunta, pois as pessoas certas vezes ficam insatisfeitas com certas apresentações que fazem dele.  Onde então conseguirmos respostas mais verdadeiras e satisfatórias sobre este nosso adorado Mestre que continua empolgando bilhões de pessoas no mundo inteiro? A meu ver, se quisermos saber algo mais crível sobre Jesus e nos enamorarmos dele, é necessário fazermos algumas perguntas aos próprios evangelistas: Mateus, Marcos, Lucas e João que, além de terem convivido com o próprio Filho  de Deus feito um de nós, escreveram, cada um deles um livro que chamamos de Evangelho, isto é a Boa Nova  da encarnação do próprio Filho de Deus. Portanto, aí vai uma primeira pergunta um tanto curiosa e humana:

Afinal, quem era Jesus: Ele era bonito ou feio? Alto ou baixo...?

Estas e outras mil curiosidades não foram escritas pelos evangelistas, provavelmente por terem sido consideradas desnecessárias. O que os evangelistas relataram, e que mais nos interessa, é um grande retrato de Jesus, Filho de Deus e homem perfeito. Portanto, o que nos evangelhos emerge claramente, é que o missionário Jesus foi:

Um extraordinário comunicador

Ele possuía um carisma e uma personalidade extraordinariamente atraentes. Sua mensagem era forte, interessante, nova, bem comunicada a ponto de causarem sempre uma forte impressão. Os ouvintes chegavam a exclamar: “Ninguém falou como Ele (Jo 7,46)

Ele falava do pastor que vai atrás das ovelhas, da mulher que prepara a massa, do viandante assaltado pelos ladrões.... E todos concluíam: É verdade, é como Ele diz, Ele tem razão! E as pessoas voltavam para casa impressionadas e com uma grande desejo de ouvi-lo novamente. Certo dia ele declarou: ”Devemos perdoar não até sete vezes, mas até setenta vezes sete!”

Mas Jesus possuía muitos outros valores que impressionaram os que conviviam com ele, pois ele sempre se mostrou :

Um homem de profunda amizade.

Ao seu redor formou-se um grupo de amigos diferentes por cultura, gênio, idade... No entanto, apesar dessas diferenças, eles se tornaram a sua família, seus amigos de verdade, embora não faltassem, entre eles, ambições, ciúmes...  Nessa sua convivência, eles se apegaram de tal forma ao Mestre Jesus que todos chegaram a dar a vida por Ele que, certo dia, o viram chorar pela morte do amigo Lázaro.

Entre eles, Pedro sempre se destacou por seu entusiasmo e apego a Jesus.Mas um dia fez-lhe uma pergunta um tanto interesseira: “Jesus, e nós que deixamos tudo para te seguir... o que receberemosMc 10,28

E Jesus respondeu-lhe falando não só para eles, mas para todos que o seguirem, prometendo-lhes:”Eu garanto a vocês: quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos por causa de mim e da Boa Nova, receberá cem vezes mais...junto com perseguições... e a vida eterna” Mc 10.29-30

A próxima semana, e já nos encaminhando para a Páscoa, falarei um pouco mais do nosso amado Jesus.

Pe. Paulo De Coppi - PIMEu