A Missão dos leigos hoje

30/03/2016 17:29



O testemunho cristão diante do «silêncio» de Deus

Hoje, a experiência do cristão é acompanhada frequentemente pela sensação de que

Deus está ausente do nosso mundo. Ele vem se pedindo: será isso consequência do

processo moderno de secularização. Trata-se de uma experiência que pode emergir de

forma mais aguda em determinadas épocas ou circunstâncias. Onde está Deus — pode

ser a pergunta que formula esta experiência — quando milhões de pessoas continuam a

morrer de fome ou a viver em condições infra-humanas, quando pessoas e povos não

veem caminhos de esperança para a sua concreta situação, quando a injustiça parece

triunfar sobre a justiça, quando o mal parece ser mais forte que o bem, quando até as

nossas realizações cristãs e instituições católicas são marcadas por enormes

contradições, quando — enfim— se torna difícil descortinar o sentido de vida no

quotidiano amorfo e sempre igual?

Que um cristão se deixe hoje questionar por tudo isso, no entanto este mesmo

questionamento para a qualidade e autenticidade do seu testemunho. Ele sentir-se-á

mais capaz de ser solidário com todos quantos têm dificuldade em encontrar Deus e

descobrir nele o sentido para a vida. Sem dúvida ete estará mais atento ao risco de

construir um Deus à sua imagem e semelhança e abrir-se-á ao Mistério profundo que de

sua existência. Será mais sensível à gratuidade do dom que recebeu e aperceber-se-á

como isso represente dever e responsabilidade.

Numa atitude profundamente crente e simultaneamente contemplativa e ativa , o

verdadeiro cristão tomará consciência de que esse «silêncio» de Deus só pode ser

quebrado no compromisso de uma vida que está em suas mãos para eliminar as

contradições que o quotidiano apresenta à realidade de Deus.

Os cristãos, se forem fiéis às exigências do Evangelho, hão de experimentar muitas

vezes esta debilidade diante das dificuldades do mundo contemporáneo, mas seu

testemunho laical amadurecido será determinante para mostrar sua maturidade e o modo

como a Igreja, no seu conjunto, realiza a sua tarefa missionária.